Apenas mais uma história

Ontem morreu
um fumante afogado.
Pobre Coitado.

Comprou um cigarro,
pagou e bebeu um café fiado.
Depois ficou sentado
num banco de metal enferrujado.
Levantou, calçou o chinelo.
Andou uns metros.
Pensou na vida.
Escreveu uma carta
com duas palavras.
Andou mais,
Viveu mais,
um pouco mais.
Correu até o cais,
fumou o cigarro
sem prazer, sem amor
a fumaça, assim tragou.
Estava com a cabeça cheia.
Era pobre.
Pensou mais um pouco.
Respirou fundo e
mudou a história.
Não morreu.
Assim sucedeu.
As duas palavras foram emboladas
e junto com o vício afogadas.
Tudo mudou.

2 comentários:

­Plínio disse...

sebastião sérgio, ainda vou ouvir muito esse nome na mídia. que se segurem os poetas, fico feliz em ter um amigo como você, meu caro.

Deus Abençoe.

ஜ♥ღThais ஜ♥ღ disse...

mais uma historia q podi se tornar cada vez + realidde!!!!Vc e uma pessoa especial para todos q cruzarem seu caminho,inclusive o eu!Depois da formatura num vai esquecer dos velhos amigos nao ,viu?te adoro muito.......parabens!!