Ghost

Quando eu nasci um anjo louco
desses que vivem na rua disse:
- Vai tião, ser solitário na vida.
Eu saltei de lado esfriei a espinha
Ele nem disse a que vinha, então
disse à ele: - Anjo sujo e moribundo!
Vai desgraçar outro mundo.
Ele meio sagaz, sorriu meio de lado
e com seu imbornal meio deformado
levantou-se meio desajeitado,
foi sem rumo a desgraçar outro coitado.
E continuei meu trajeto
solitário e amante quieto.
O anjo também continuou à andar
e outra vida à desgraçar

Vai menino de rua,
ser garoto de vida nua.
Vai menino do sinal,
ser pra alguns um ser banal.
Vai menino sem nome,
tenha fé, não tenha fome.

4 comentários:

Eddie disse...

Também conheci um desses anjos. É fácil encontrá-los, difícil é nos livrarmos deles....
Muito bom cara. Parabéns!

Gabriela disse...

Ei valeu pelo comentário, volte sempre! ;)

ஜ♥ღThais ஜ♥ღ disse...

Muito boom Tião, cada dia melhor... Um dia escrevo tão bom qnt vc =p Parabéns...

Cristiane disse...

Muitíssimo bom Tião!!!!
É admirável o seu talento.