corte

Corte sem navalha
e sem simetria
vai cortando e
retirando todo
o escesso poético,
todo o além da
poesia

2 comentários:

Eddie disse...

Admiro muito essa capacidade de dizer muito em poucas palavras, sem excessos. Uma poesia "compacta", com versos simples, mas que nem por isso perde sua profundidade poética e consegue ao mesmo tempo expressar toda a complexidade dos sentimentos humanos. Lembra-me Mario Quintana e Drummond.Muito bom mesmo.

silviana disse...

ser poetico, é saber colocar o mundo e seus sentimentos em poucas palavras!!!